Casa Nas Janelas Verdes

Remodelação

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

A casa inscreve-se no interior de um quarteirão, numa zona antiga da cidade de Lisboa, próximo do rio Tejo. O crescimento da cidade, ao longo de vários séculos, tornou estas àreas centrais densamente construídas, o que gerou habitações de características actualmente difíceis de aceitar.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

A casa não tem fachada. Não abre para uma rua. Nem sequer para as traseiras do prédio.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

A sua condição de habitabilidade é tenuemente assegurada por um volume que se escava no quarteirão e possibilita um pátio.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

A intervenção consiste em organizar o programa de uma habitação individual em pouco mais de 30m2. E em dois pisos.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

Todo o espaço que foi possível reunir, em cima, permitiu uma sala comprida e estreita, aberta sobre o pátio à altura da copa da àrvore, que se conseguiu, a custo, não fosse cortada.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

Lateralmente organizam-se a casa de banho (com banheira e duche, em separado...) e a cozinha, com um espaço para refeições junto à janela. Em baixo entalou-se uma cama entre as quatro paredes, organizou-se uma zona de roupas sob a escada e, ainda, o acesso ao pátio.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

A altura máxima disponível em toda a casa é menos de 2,20m. A pouca luz chega de Norte, através do pátio, filtrada pelas folhas da àrvore.

Ventura Trindade Arquitectos  · Casa Nas Janelas Verdes
Ventura Trindade Arquitectos

Pintar tudo de branco permitiu um verdadeiro milagre de multiplicação da luz.

A proprietária trabalha há alguns anos numa galeria de arte de Lisboa e foi coleccionando um razoável conjunto de telas de pintores portugueses contemporâneos. A casa, branca e comprida, com a luz difusa de Norte, proporcionou-lhes o espaço de exposição desejado.

×